QUEM SOMOS NA VISÃO DO EU INTERIOR?

 

Para a escola, você é um robô
Para as corporações, você é um escravo
Para a religião, você é um tolo
Para a mídia, você é uma marionete
Para a publicidade, você é um negócio
Para a medicina, você é uma máquina
Para a ciência, você é um corpo
Para o governo, você é um utensílio
Para a economia, você é um número
Mas a sua identidade é só você quem pode saber.
Descubra-a, caso contrário estará sujeito à definição que o mundo te der.

É melhor conquistar a si mesmo
do que vencer mil batalhas.
Então, a vitória é sua,
não pode ser tirada de você,
nem por anjos ou demônios, céu ou inferno.

Lembre-se: Somente aquilo que não pode ser tirado de você é seu. Qualquer coisa que possa ser tirada de você não é sua.

Não se agarre a ela, porque isso trará sofrimento a você.

Não seja possessivo com relação a nada que possa ser tirado de você, porque sua possessividade criará angústia para você.

Atenha-se ao que é realmente seu, àquilo que ninguém pode tirar de você. Você não pode ir à bancarrota no que diz respeito a isso. Nem a morte pode levar.

Se você conquistou sua consciência, então o corpo será queimado, voltará às cinzas, mas você não será queimado.

Você permanecerá para sempre – você é eterno. Mas essa eternidade só pode ser conhecida quando você se tornar um mestre por sua própria conta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *