CELULARES, PERIGO MUITO PERTO

O Departamento de Saúde da Califórnia lançou recentemente um alerta para os riscos da utilização do celular e outros aparelhos eletrônicos.

Embora as autoridades oficiais não afirmem diretamente que a radiação provoque doenças e problemas de saúde, as suspeitas já são suficientes para alertar a população dos riscos.

Diversos estudos indicam que a radiação dos celulares está relacionada com a formação de tumores e câncer, baixa contagem de espermatozoides, problemas de aprendizado e memória, problemas de audição, distúrbios de sono e dores de cabeça.

Algumas medidas recomendadas são:

– Quando não estiver utilizando o celular ou quando estiver dormindo, deixe o aparelho pelo menos a um braço de distância do seu corpo e ative o modo avião.

– Não carregue o celular no bolso ou junto ao corpo.

– Utilize mais mensagens e converse com viva voz ou fone de ouvido para não encostar o celular na cabeça.

– Evite utilizar o aparelho quando estiver fazendo downloads ou quando o sinal está fraco, pois mais radiação é emitida nestes casos.

– Evite o streaming de áudio e vídeo. Faça o download do arquivo e assista ou escute com o celular em modo avião.

As crianças são ainda mais vulneráveis à radiação, que penetra em maiores quantidades no cérebro, já que o crânio ainda não está completamente desenvolvido. Além disso, seu sistema nervoso também ainda está se desenvolvendo e pode ser afetado de forma negativa pelo aparelho.

Quanto mais cedo se começa a utilizar o celular e quanto mais tempo de exposição ao longo dos anos, maiores são os risco.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *